Ceará terá usina de hidrogênio ‘verde’ com aporte de US$ 5,4 bi

Foto: Divulgação

A australiana Enegix assinou uma parceria com o governo do Ceará para construir uma usina para produção de hidrogênio.

Eles dizem já ter garantido o contrato de 3,4 GW de fontes renováveis para alimentar os eletrolisadores e ressaltam que o desenho é escalonável para chegar a 100 GW no futuro. O anúncio feito na semana passada fala de um investimento de US$ 5,4 bilhões a serem captados pelos australianos.

Marina Falcão, no Valor, conta que o Ceará foi escolhido pelo Porto de Pecém ser uma das Zonas de Processamento de Exportação (ZPE) estratégicas para o País. O Nordeste abriga a maior capacidade instalada de eólicas e tem tudo para ser o principal hub de plantas solares.

Além disso, os australianos estão mirando a proximidade com os mercados dos EUA, Europa e – via Panamá – Ásia, que deverão disparar nos próximos anos. O anúncio não indicou quando a planta começará a ser construída, nem quando estará operando.

Futuro promissor

O mercado global de hidrogênio tem um futuro promissor. Recentemente, um consórcio de empresas e o governo da Arábia Saudita anunciaram a construção de uma planta de 4 GW a ser posta em operação em 2025.

Mais adiantada em relação a esse mercado, a Europa tem planos para 2050 de instalar 40 GW de eletrolisadores, mas, mais do que isso, ter toda uma infraestrutura de importação e distribuição em toda a região.

Fonte: Notícia Sustentável