Publicações EcoValor Consultoria em Sustentabilidade

Publicações

  • EcoValor

iRcycle: as sapatilhas portuguesas feitas com plástico do oceano

Foto: Divulgação

A iRcycle é uma marca portuguesa que aproveita o plástico recolhido no mar para criar as suas sapatilhas.

Que materiais usam no vosso calçado? A Skizo by iRcycle começou pelo fim, como costumamos dizer. Começamos pelo problema, o plástico no Oceano. Conseguimos descobrir como o poderíamos recolher e depois chegamos ao, como podemos dar-lhe vida. Desta forma, transformamos o plástico recolhido nos Oceanos em têxtil, e para uma maior oferta de cores e texturas, utilizamos também o têxtil feito a partir de fibra de folha de ananás. As solas são recicladas, e as cor de rosa são feitas a partir de pastilha elástica reciclada. Os atacadores são feitos de algodão orgânico. As nossas sapatilhas primam pelo conforto, graças à tecnologia usada nas palmilhas que se adaptam à nossa postura, e todos os materiais são de origem não animal, ecológicos e reciclados.

Onde recolhem o lixo plástico que usam? Os plásticos são recolhidos no mar mediterrâneo, no Oceano Atlântico europeu, e desde dezembro também no Oceano Atlântico da costa da África e no mar de Java, na Indonésia.

Onde são produzidas as sapatilhas da iRcycle? As sapatilhas são fabricas no Norte de Portugal, em São João da Madeira, conhecida por ser a capital do calçado.


Cada sapatilha Skizo retira do Oceano equivale a 18 garrafas de plástico. Todo o processo passa pelas mãos de heróis, os pescadores que recolhem este plástico do Oceano, ajudando-o a limpar. Uma profissão tão nobre, que por vezes não é dada o devido valor por quem de direito, e se não cuidarmos dela teremos consequências, todos nós e as famílias que sobrevivem através do mar.

No fim os tênis, com toda a sua história acabam nos pés de heróis que ajudam a salvar o Oceano de 18 em 18 garrafas.

Fonte: The Uniplanet

0 visualização0 comentário