Publicações EcoValor Consultoria em Sustentabilidade

Publicações

  • EcoValor

ICO2: entenda como funciona o Índice Carbono Eficiente da B3

A sustentabilidade é uma temática que vem ganhando cada vez mais força na economia mundial. No mercado brasileiro, existe um importante índice de empresas voltado para essa questão: o ICO2.

Criado pela B3 em parceria com o BNDES, o ICO2 segue uma tendência mundial de atrelar o crescimento econômico das empresas listadas na bolsa a um desenvolvimento sustentável, com menos impactos negativos para o planeta.

O que é o ICO2?

O ICO2 é o Índice Carbono Eficiente, um índice estruturado pela B3 para reunir as empresas negociadas na bolsa que promovem as melhores práticas de sustentabilidade e preservação ambiental.

Com a justificável preocupação com o aquecimento global e preservação do meio ambiente, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a B3 se uniram para lançar esse novo índice no mercado.

Assim, desde 2010 já é possível analisar o rendimento médio das empresas que atendem a alguns critérios relacionados principalmente à emissão de gases poluentes.

Portanto, o grande objetivo de lançar o índice carbono eficiente no mercado é incentivar que as empresas mais negociadas da bolsa de valores passem a aferir, divulgar e monitorar a emissão de gases efeito estufa provenientes da atividade da companhia.

A composição do ICO2 é dada por cerca de 30 empresas com participações diferentes na carteira do índice. Entre algumas empresas que compõem o índice, estão:

  1. Bradesco (BBDC4);

  2. Itaú (ITUB4);

  3. Petrobras (PETR4);

  4. Natura (NTCO3);

É possível investir no Índice Carbono Eficiente?

O ICO2 é um índice do mercado financeiro, logo não é um ativo que pode ser negociado em bolsa.

Contudo, existem investimentos que têm o seu rendimento atrelado a determinado índice do mercado financeiro.

No caso do ICO2, existe o ETF ECOO11 que tem como principal objetivo acompanhar a rentabilidade do índice carbono eficiente.

O ECOO11 é um ETF, ou fundo de índice, gerido pela empresa de gestão americana Blackrock.

Para ter um resultado semelhante ao índice, o fundo ECOO11 é obrigado a alocar 95% dos seus recursos em ações de empresas que compõem o ICO2.

Por isso, podemos dizer que esse ETF é de gestão passiva, já que a alocação dos recursos do fundo é feita visando apenas o resultado do índice.

Vale a pena investir no ECOO11?

Para avaliar se vale a pena investir no ECOO11, é interessante ter em mente as vantagens e desvantagens desse determinado ativo.

Fonte: SUNO

12 visualizações0 comentário