Publicações EcoValor Consultoria em Sustentabilidade

Publicações

  • EcoValor

Cresce o número de “Empresas B” no Brasil



Mais de uma centena de empresas brasileiras já comunicaram ao mercado ter se tornado uma “Empresa B”. Tratam-se de organizações que atuam nos mais variados segmentos, como cosméticos (Natura), alimentos (Mãe Terra), calçados (Insecta Shoes), transportadoras (Patrus), financeiro (Kaeté Investimentos), serviços (Eureciclo), startups (99jobs), dentre outros.

Mas o que é uma empresa B? O que essas organizações fazem que as distinguem das outras? Que benefícios têm uma empresa B para seus negócios? Qual a origem desse movimento e quem está por trás disso? Como faço para que minha empresa se transforme numa empresa B? Essas são as perguntas que vamos nos dedicar a responder neste artigo.

As Empresas B, ou Benefit Corporations (as “BCorps”), são organizações que voluntariamente se submeteram a um processo de certificação, o qual atesta que elas atendem a requisitos que garantem o compromisso da corporação não só com os resultados econômicos, mas também com sua responsabilidade em relação aos impactos sociais e ambientais do negócio.

Uma B Corp é uma organização dedicada a gerar impactos positivos sobre a comunidade, o meio ambiente, os trabalhadores, além de assumir compromisso com a transparência na gestão. Essas mudanças devem ser firmadas no estatuto da empresa, juntamente com o estabelecimento de metas de impacto socioambiental em curto e longo prazo.

Os principais benefícios de ser uma empresa B decorrem do posicionamento no mercado global como uma companhia comprovadamente sustentável. Tal fator tem potencial para aumentar as vendas para outras empresas e consumidores alinhados com esses valores, além de atrair e reter novos talentos, cada vez mais dispostos a trabalhar em empresas com propósito.

O Sistema B também serve como ferramenta de melhoria contínua, servindo os requisitos como base para a evolução das práticas da empresa (inclusive quando se opta por não investir na certificação, neste caso sendo gratuita). As B Corps também são mais resilientes frente às crises, conforme comprovam estudos[1].

A certificação B Corp foi criada por uma organização sem fins lucrativos denominada “B Lab”, com sede em Berwyn, Pennsylvania, nos Estados Unidos. Lançando em 2006, rapidamente o sistema se expandiu e se consolidou no mercado americano. Atualmente, possui escritórios de representação em todos os continentes.

O primeiro passo para uma companhia se tornar uma B Corp é preencher um formulário online gratuito. O objetivo é verificar se empresa alcança o mínimo de 80 pontos,de um total de 200, estando apta a prosseguir no processo de certificação. Mesmo que se não se opte pela certificação, em razão dos custos, a avaliação é uma excelente ferramenta para a promoção da sustentabilidade.

Após preenchido o formulário a empresa irá receber a análise de elegibilidade, sobre as condições da mesma e as melhorias a serem feitas. Preenchendo os pré-requisitos, a empresa é preparada para ser audita pela equipe do B Lab e receberá a sua pontuação final definitiva. É necessário pagar uma taxa anual, que varia de 500 a 50.000 dólares, conforme faturamento.

Concluindo, tornar-se uma empresa B pode ser vantajoso para os negócios de quem acessa mercados que valorizam essa certificação, como o americano. Mas, mesmo que não se invista na certificação, o formulário gratuito do sistema e os seus valores podem servir de guia e inspiração para a melhoria contínua das organizações comprometidas com a sustentabilidade.

A Ecovalor fica à disposição das empresas interessadas em se aprofundar no assunto.

[1]Bouncing Back: Building Resilience Through Social and Environmental Practices in the Context of the 2008 Global Financial Crisis. Mark Des Jardine HEC Paris Pratima Bansal Western University Yang Yang Rowan University. Journal of Management Vol. 45 I.. 4, April 2017 1–2


Gabriele Elena Scheffler Engenheira Química CREA/RS 236770 gabriele.scheffler@ecovalor.eco.br

4 visualizações0 comentário