Publicações EcoValor Consultoria em Sustentabilidade

Publicações

  • EcoValor

Certificação LEED


O LEED – Leadership in Energy and Environmental Design (Liderança em Energia e Design Ambiental, em português) é um sistema internacional de certifi­cação e orientação ambiental para edi­ficações utilizado em mais de 160 Países. Possui o intuito de incentivar a transformação dos projetos, obras e operações das edifi­cações, sempre com foco na sustentabilidade de suas atuações.

Este sistema de avaliação promove uma abordagem ao edifício por inteiro, desde a concepção do projeto até construção final e a manutenção do mesmo. Para isso, leva em consideração questões de implantação, uso racional de água, eficiência energética, seleção dos materiais, qualidade ambiental interna, estratégias inovadoras e questões de prioridade regional.

O LEED está mudando a maneira como planejamos, construímos e operamos os edifícios. A adesão de renomadas companhias às diretrizes LEED em suas atividades relacionadas à construção civil consolidaram esta certificação como a principal plataforma utilizada para green buildings (edifícios verdes, em português), com mais de 170.000,00 m² (cento e setenta mil metros quadrados) certificados diariamente.

Foto: Apple Park, a nova sede da Apple em Cupertino, que é atualmente o maior prédio de escritórios com a certificação LEED Platinum na América do Norte. O escritório atua com 100% de energia renovável de diversas fontes, incluindo a energia produzida pelos painéis solares de 17 megawatts instalados nos telhados do próprio edifício.

Por meio de um processo baseado em consenso, os sistemas de avaliação do LEED são atualizados regularmente para responder a novas tecnologias, políticas e mudanças no setor da construção. Desta maneira, o LEED colabora para impulsionar as transformações do mercado.

A certificação funciona para todos os edifícios e pode ser aplicado a qualquer momento no empreendimento. Os projetos que buscam a certificação LEED serão avaliados por 8 dimensões (Localização e Transporte, Espaço Sustentável, Energia e Atmosfera, Materiais e Recursos, Qualidade Ambiental Interna, Inovação e Processos e Créditos de Prioridade Regional), todas possuem pré-requisitos (ações obrigatórias) e créditos (recomendações).  A medida que o empreendimento assume tal ação, recebe uma pontuação.

Foto: Edifício do Banco Sicredi, em Porto Alegre/RS, certificado LEED EB O&M na categoria Platinum.

O LEED possui 4 tipologias, que consideram as diferentes necessidades para cada tipo de empreendimento.

BUILDING DESIGN + CONSTRUCTION – NOVAS CONSTRUÇÕES E GRANDES REFORMAS (BD+C)

O LEED para Novas Construções e Grandes Reformas (LEED BD+C) fornece parâmetros para a construção ou grande reforma de um edifício sustentável, avaliando o projeto e a obra, para enfrentar desafios ambientais enquanto responde às necessidades de um mercado competitivo. A certificação demonstra liderança, inovação, responsabilidade ambiental e responsabilidade social.

INTERIOR DESIGN + CONSTRUCTION – ESCRITÓRIOS COMERCIAIS LOJAS DE VAREJO (ID+C)

O LEED para interiores (LEED ID+C) permite que as equipes de projeto, que não possuem controle sobre operações de construção inteiras, tenham a oportunidade de desenvolver espaços internos que sejam melhores para o planeta e para as pessoas.

OPERATION & MAINTENANCE – EMPREENDIMENTOS EXISTENTES (O+M)

O LEED para Operações e Manutenção (O+M) oferece aos edifícios existentes uma oportunidade de melhorar suas operações.

NEIGHBORHOOD – BAIRROS (ND)

LEED para Desenvolvimento de Bairros (LEED ND) foi projetado para inspirar e ajudar a criar bairros melhores, mais sustentáveis e bem conectados. Vai além da escala dos edifícios e considera comunidades inteiras.

A pontuação máxima que pode ser alcançada na certificação é de 110 pontos. Os pontos são conquistados a medida que o empreendimento aplicar os créditos sugeridos pelo LEED. Os níveis são: Certified (40 – 49 pontos), Silver (50 – 59 pontos), Gold (60 – 79 pontos) e Platinum (80 + pontos).

Para obter a certificação LEED é necessário cumprir todos os pré-requisitos e receber pelo menos 40 pontos em atendimento de créditos.

Benefícios do LEED

Econômicos:

  1. Diminuição dos custos operacionais;

  2. Diminuição dos riscos regulatórios;

  3. Valorização do imóvel para revenda ou arrendamento;

  4. Aumento na velocidade de ocupação;

  5. Aumento da retenção; e

  6. Modernização e menor obsolescência da edificação.

Ambientais:

  1. Uso racional e redução da extração dos recursos naturais;

  2. Redução do consumo de água e energia;

  3. Implantação consciente e ordenada;

  4. Mitigação dos efeitos das mudanças climáticas;

  5. Uso de materiais e tecnologias de baixo impacto ambiental; e

  6. Redução, tratamento e reuso dos resíduos da construção e operação.

Sociais:

  1. Melhora na segurança e priorização da saúde dos trabalhadores e ocupantes;

  2. Inclusão social e aumento do senso de comunidade;

  3. Capacitação profissional;

  4. Conscientização de trabalhadores e usuários;

  5. Aumento da produtividade do funcionário, melhora na recuperação de pacientes (em hospitais), melhora no desempenho de alunos (em escolas), aumento do ímpeto de compra dos consumidores (em comércios);

  6. Incentivo a fornecedores com maiores responsabilidades socioambientais;

  7. Aumento da satisfação e bem estar dos usuários e,

  8. Estímulo a políticas públicas de Fomento a Construção Sustentável.

A Ecovalor permanece à inteira disposição para maiores esclarecimentos e auxilio para a Certificação LEED aos interessados.

Fonte: GBC Brasil

Aline de Araujo Nascimento Estagiária aline.nascimento@ecovalor.eco.br

36 visualizações0 comentário