top of page
Fundo.png
  • Foto do escritorLouise Hoss

Artigo: A Importância da transparência nas práticas ESG

Louise Hoss

Analista ESG louise.hoss@ecovalor.eco.br


A integração de critérios ESG nas práticas empresariais tem se tornado uma prioridade para organizações em todo o mundo. Com o crescente interesse da sociedade por empresas socialmente responsáveis e sustentáveis, a transparência e a prestação de contas se tornaram elementos-chave na comunicação corporativa. Neste contexto, os relatórios de sustentabilidade desempenham um papel fundamental ao fornecer informações claras e confiáveis sobre o desempenho das empresas em relação aos critérios ESG. Este artigo abordará a importância da transparência e dos relatórios de sustentabilidade como instrumentos essenciais para a efetiva gestão ESG.


A transparência é um pilar fundamental para construir uma relação de confiança com os stakeholders. Ao divulgar informações precisas e completas sobre seus impactos ambientais, iniciativas sociais e práticas de governança, as empresas fortalecem seu relacionamento com clientes, investidores, funcionários e a comunidade em geral. A transparência também permite uma avaliação precisa de seus esforços e avanços em relação aos critérios ESG.


Os relatórios de sustentabilidade são ferramentas essenciais para comunicar as ações e os resultados das empresas em relação à sustentabilidade. Eles fornecem um panorama abrangente das práticas ESG adotadas, destacando os objetivos, metas, iniciativas e progressos alcançados. Esses relatórios permitem que os stakeholders avaliem o desempenho da empresa e compreendam seu compromisso com a sustentabilidade, promovendo a transparência e responsabilidade.


Existem várias estruturas e diretrizes para a elaboração de relatórios de sustentabilidade, incluindo o Global Reporting Initiative (GRI), Value Reporting Foundation (VRF) e o Task Force on Climate-related Financial Disclosures (TCFD). Esses padrões fornecem orientações específicas para a divulgação de informações relevantes relacionadas a ESG.


Apesar dos benefícios dos relatórios de sustentabilidade, as empresas enfrentam desafios na sua elaboração e divulgação. Entre os desafios comuns estão a falta de padronização, a complexidade da coleta de dados, a mensuração de impactos e a identificação dos indicadores mais relevantes.


Além disso, o relatório anual Global Investor Survey 2022 da PwC ressalta a importância da elaboração do relatório de sustentabilidade de forma transparente: 91% dos investidores brasileiros desconfiam que os relatórios das empresas possam conter greenwashing (maquiagem verde), ou seja, não realizam na prática as ações que descrevem nestes documentos.


A prestação de contas não se resume apenas a números e indicadores. A comunicação eficaz dos relatórios de sustentabilidade é essencial para engajar os stakeholders. É importante ter uma narrativa clara, histórias de impacto e uma linguagem acessível para transmitir as realizações e desafios enfrentados pela empresa. Além disso, é preciso envolver os stakeholders no processo de elaboração dos relatórios, garantindo que suas expectativas e preocupações sejam consideradas.


Assim, a transparência e os relatórios de sustentabilidade são ferramentas poderosas para impulsionar a mudança e promover uma economia mais sustentável.Ao superar os desafios e adotar padrões de relatórios reconhecidos, as empresas podem fortalecer seu compromisso com a sustentabilidade e contribuir para um futuro mais responsável e consciente.

Comments


bottom of page